vitrine_moderna.jpg

Basta dar uma volta pelos shoppings das grandes capitais para notar que quase todas as lojas seguem o mesmo padrão de comunicação visual no pdv. Normalmente, a fórmula consiste em vitrines com manequins exibindo as peças em destaque, cartazes com descontos e pouquíssima criatividade para atrair o shopper.O brasileiro é tão carente de inovações de merchandising no ponto de venda, que ao entrar numa loja e sentir um aroma diferenciado ele já classifica o estabelecimento num patamar diferenciado.

Imagina que upgrade a marca terá se deixar de lado o tradicional “feijão com arroz” e investir em ações exclusivas e inovadoras? A chance de aumentar as vendas, até mesmo em época de crise, pode aumentar muito.

Dê asas à criatividade

E não é preciso abusar do investimento para sair na frente. Uma das vitrines da Louis Vitton (1), de Paris, utilizou manequins com expressões realistas e simulando que estavam caminhando com as bolsas nas mãos. A sensação de realidade era tão grande que os consumidores paravam para ver o que tinha de novidade por ali. Claro que também temos em Paris a flagship store da marca, que foi construída no formato de uma bolsa e chama a atenção de qualquer um. E não é à toa que é conhecida como a loja experiência. Por lá, os clientes experimentam emoções diferentes de interação com a marca.  

Quando falamos de sustentabilidade no PDV, a Zara (2) de Hong Kong é um exemplo a ser seguido. A loja utilizou cores neutras e displays totalmente brancos dentro do ambiente. Isso foi o suficiente para reduzir o consumo de energia elétrica em 30%.

Guia_Signmaker

Para fugir do comum é preciso deixar o medo de errar de lado e se permitir inovar. Em vez de investir no mesmo padrão de comunicação visual em todas as unidades, vale a pena eleger as principais lojas e aplicar técnicas de merchandising inovadoras.

Uma medida importante para ter sucesso na iniciativa é contar com o apoio da empresa de comunicação visual. Se o seu parceiro for antenado e estiver por dentro das tendências mundiais, com certeza, poderá ajudá-lo a dar asas à imaginação.

Fonte 1: https://ameconsultoria.wordpress.com/2010/08/02/como-o-futuro-do-luxo-no-brasil-pode-influenciar-as-nossas-vitrines-e-o-visual-merchandising/

Fonte 2: http://www.tivisolucoesinterativas.com.br/4-lojas-que-servem-como-inspiracao-para-o-varejo/