Signmaker_blog-9.jpg

Ao investir em ações de trade marketing para a sua marca você tem como objetivo aumentar as vendas e atrair a atenção do shopper no ponto de venda, certo?

Para isso, aplicar técnicas de shopper marketing e definir campanhas que conquistem o público-alvo torna-se um processo essencial. Porém, nem sempre seguir o que reza a “cartilha” é o suficiente para garantir o resultado esperado. Alguns projetos de merchandising no ponto de venda falham em etapas anteriores a essa, o que acaba comprometendo a chance de sucesso.

Fique por dentro dos cinco erros mais frequentes de execução no PDV e fuja dessas situações:

# 1.  Falta de planejamento e alinhamento com o fornecedor

Planejamento e organização são premissas valiosas para um projeto bem-sucedido em qualquer área. Nas ações de merchandising no ponto de venda também é preciso ter muita atenção na hora de planejar adequadamente todos os materiais de PDV e estratégias que serão utilizadas nas campanhas promocionais.

merchandising_pdv_horizontal

Por isso, é essencial brifar detalhadamente a empresa de comunicação visual. Nesta etapa, liste todas as possíveis limitações e desafios que o parceiro pode encontrar no caminho. Você pode citar, por exemplo, detalhes da arquitetura dos ambientes ou sobre o funcionamento do shopping em determinada região ou alguma restrição quanto ao acesso a vitrine. Tudo isso faz diferença na hora da concepção e realização do projeto.

# 2 – Materiais de PDV com baixa qualidade

Não tem nada mais frustrante do que criar uma campanha de trade encantadora e na hora que instalar os materiais perceber que as peças ficaram com qualidade muito aquém do esperado.

Para evitar esse tipo de situação, procure obter mais informações sobre o parque tecnológico da empresa de comunicação visual. Verifique que tipos de tecnologia ela usa em seus projetos e se possui um parque gráfico de alta qualidade. É importante que os materiais utilizados, como vinil adesivo, chapas e acabamentos também sejam de qualidade.

# 3 – Gôndolas e vitrines mal estruturadas

Quando você opta por fazer a instalação dos materiais de PDV por conta própria, um dos problemas que podem surgir é o “tiro sair pela culatra”, ou seja, o que foi planejado para atrair o shopper pode acabar gerando seu afastamento do local.

E não é difícil entender o motivo disso. Se ao entrar numa loja, o consumidor notar uma poluição visual, materiais instalados de maneira torta, com bolhas e sem harmonia no processo de comunicação, com certeza, acabará saindo do estabelecimento e registrando uma experiência negativa com a marca.

# 4 – Falhas no processo de logística e instalação

As etapas de logística e instalação merecem uma atenção especial no projeto de merchandising no ponto de venda. Portanto, é importante planejar previamente se o material será despachado diretamente pelo fornecedor, se a instalação será feita pela empresa de comunicação visual ou diretamente pelos responsáveis em cada loja e ainda se contará com um operador logístico. Para que nada saia errado, é sempre válido contar com um plano B. Ao contratar uma empresa única para cuidar de tudo, sua administração será mais fácil e a probabilidade de erros diminui, uma vez que tem mais controle do processo.

# 5 – Atraso na ativação da campanha

Antes de definir as datas finais do seu cronograma, entenda com o fornecedor qual o prazo que ele precisa para executar e entregar o projeto perfeitamente. Às vezes, a pressa é inimiga da perfeição e o preço pode ser alto. Se o seu parceiro for uma empresa séria, ele não vai enrolá-lo. Por isso, entenda seu posicionamento e contabilize uma janela no cronograma para eventuais atrasos. Assim, você trabalha com uma margem de tempo confortável.

Agora que você já sabe o que pode dar errado, planeje cuidadosamente sua campanha de trade marketing, levando em consideração os pontos acima.